Semana passada estive trocando idéia com parceiros especialistas em digitalização. O tema da nossa conversa era justamente a queda dos preços deste serviço. Em uma das últimas licitações do governo o custo da folha digitalizada e indexada foi de R$ 0,05 (A4, P/B).

Por mais simples que seja este serviço e por mais que os sistemas utilizados na captura da imagem consigam avançar com classificações automáticas, é inexeqüível garantir a qualidade deste serviço. Façamos um exercício simples:

Quantidade de folhas por documento: 10 folhas

Tempo para preparação do documento*: 2 minutos.

Tempo para digitalização: 1 minuto.

Tempo para ajuste da imagem: 1 minuto.

Revisão da indexação automática: 1 minuto.

Neste exercício o documento levará 5 minutos para ser digitalizado.  Ou seja, é possível digitalizar cerca de 12 documentos por hora. Considerando que a jornada de trabalho é de 08 horas por dia e que o mês tem 20 dias úteis, um técnico poderia processar 96 documentos por dia ou 1.920 por mês.  Esta produção geraria um faturamento (1.920 x 10 x 0,05) de R$ 960,00,  que líquido de imposto (18%) resulta numa receita de R$ 787,20!!!!!

Se o único custo do fornecedor é o técnico de digitalização e que o mesmo é contratado formalmente, este funcionário teria que receber 1 salário mínimo para a execução deste trabalho.

Agora me diz, é exeqüível este contrato? Qual a qualidade deste serviço?

* Tirar grampos, clips, esticar os documentos, verificar sua integridade e ordená-los.

Anúncios